MARIANGELA BARRETO
POESIAS E DELIRIOS
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Agora tudo mudou, está tudo diferente
o cenário é outro os personagens também,
 e eu me mantenho no palco inteira,
sobrevivente entre atores perdidos e disfarces, 
sem papeis definidos, fora do tempo
fora do prazo, fora das luzes....
só máscaras ausentes personas vazias
cúmplices do medo.

Sem o mergulho quem sobreviverá?
sem  lançar-se no abismo
quem vencerá os percalços e conflitos tortuosos
das almas aflitas e sem rumo?

Eu desci, fui ao Hades despojada e sem armas,
 a verdade foi o escudo  da minha essência sofrida,
 lutei o bom combate entre lágrimas e dores, 
até encontrar meu pedaço, ferido, enganado, perdido,
 fez-se luz na escuridão e o sol explodiu, 
entre as cores  mãos se encontraram,
olhares se cruzaram,
coração a coração aconteceu o reencontro
 o recomeço, novo rumo,
resgatou-se assim a coragem, a aventura,
e a liberdade abriu as asas e voei alto e leve
independente e altiva, amparada na fé,
na  confiança na aliança vitoriosa
do meu amor próprio com a vida. 
 
 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 26/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários