MARIANGELA BARRETO
POESIAS E DELIRIOS
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Não tente determinar meu rumo
pois mesmo com asas feridas
já sei voar,
não tenho mais  medo da dor
aprendi a cantar sangrando
coração doendo, dolorido,arrasado.
Me debati, me machuquei, 
me libertei da gaiola, 
 ja nao me importo
com gorjeios alheios
querendo me aprisionar,
sou ave de cativeiro
mas me libertei dos grilhoes
conquistei os ceus,
me entenda ou suma, 
pois nada do que fui
me define agora...
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 10/03/2020
Alterado em 10/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários