MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Estou assim fragmentada
aqui sentada cumprindo rituais
cuidando do corpo 
enquanto a alma se dilacera.
Agora enxergo sem disfarce
meus vazios, meus rombos,
meus abismos.. 
agora percebo que nada me basta
tudo me cansa, me desgasta
me faz adentrar no labirinto
de minha mente cansada, 
deprimida, seca, sem esperança,
num mundo onde me vejo prisioneira
estrangeira neste universo
onde não me reconheço, não me enquadro
não existo.. somente sobrevivo..
inconformada e vazia.
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 07/11/2019
Alterado em 07/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários