MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


As vezes me confundo 
as vezes me estranho
penso, tento..hesito 
de repente paro tudo, empaco.
Quero situar-me 
Sentir o vazio, desimportar-me.
Me pergunto, afinal porque?
para que tudo isso
será mesmo necessário..?
me confundo..paro tudo
me estranho e reflito...
Revejo a vida, olho o mundo
Revisito os sonhos.. 
Eu posso eu mereço eu me amo
entre o essencial e o supérfluo
como me acho?
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 26/09/2019
Alterado em 30/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários