MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O calor borbulha sobre a pele, 
o suor hidrata e resseca,
tudo igual, o mesmo vazio e secura
no tempo nos sonhos na alma.
Eu aqui assim, observo, calada
ressentida, banal, divergente
na mesmice dos dias, 
expectadora somente quase sombra.
Silencio em mim, sem vozes, sem comando
sigo  em frente, 
entrego e aceito meu destino
vou sem luta, sem dor, sem amargura,
divergente.
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 25/02/2019
Alterado em 26/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários