MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Estou perdida nesta overdose poética
que comprime meu peito
transcendendo as lavas da angústia
que me inquietam, não me permite sonhar.

Completamente sóbria, transgrido limites
e me lanço sem medo, sem mágoa, 
nas águas profundas de cada palavra 
que emerge, que resiste, que renasce. 

Neste frenesi onde me perco, me encontro
me acolho, retenho em mim a esperança e a luz
e assim me liberto e conquisto o direito
de ser eu mesma, apesar de tudo, apesar da cruz.
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 22/09/2017
Alterado em 22/09/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários