MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Lancei-me no vazio
pois o vazio me acolhe
me responde, me permite
sem o vazio nada sou.

No vazio me preencho
de paz, de luz, de silencio
e neste espaço me encontro
reencontro, recomeço.

O vazio é um casulo 
não é nada, é divino
indecifravel,inominavel
desguarnecido, limpo,
inabitável.

 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 11/05/2017
Alterado em 11/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.