MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Busco o encaixe,
o fluxo a onda
busco a inspiração
a canalização prometida
desconhecida e distante
fico assim aparentemente vazia
num vácuo sem solução
desconhecido, maré vazante.

Fico assim, 
balbuciando sons sem sentindo
tentando decifrar o que não sei
buscando contato 
qual cego perdido na bruma 
eu grito pela minha cura
meu deus porque me abandonaste?

Este grito é meu?
fui eu que gritei?
ou foi somente o fragmento 
deste pedaço carente
que se nega a nascer
resiste em libertar-se,
a evoluir e fazer o encaixe?  
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 06/01/2017
Alterado em 06/01/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.