MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Como poderei deixar resplandecer
em mim o guardiao dourado
que cuida das fronteiras entre
o sonho e a realidade
entre o real e o imaginario?
como poderei deixar emergir
a deusa sagrada que está submersa
nas minhas aguas turvas 
incapazes de deixar fluir 
 o brilho e a riqueza do sol
entre tesouros e magias incriveis
que transformam, transmutam
revelam e fazem criar o novo
o mundo, a arte?
Como poderei me rebelar
e derrotar as sombras
que de tão frageis temem
um raio minimo do sol
que mansamente penetra
e faz romper a aurora?
Quando me revelarei ao mestre
que pacientemente aguarda
meu verbo, meu foco,meu fogo
a kundalini sagrada se revelar?
 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 17/11/2016
Alterado em 18/11/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.