MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Sou uma ostra 
que virou pérola,
pois se abriu e foi ferida
acreditou e se entregou, 
não teve medo
nem se escondeu da vida.
Sou uma joia transcendente
vivendo no mundo, inconsequente
as vezes  futil, leve, inocente
filosofando, transgredindo,
 pura essencia,
    impermanente...

 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 28/01/2016
Alterado em 18/02/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.