MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Minha poesia está calada,
de luto,impassivel,
de tão sensivel
exilou-se no silencio,
num universo sem resposta,
sem respaldo, sem nexo. 
Thaumazein é meu espanto
thaumazein é meu delirio
thaumazein é minha herança
é minha angustia, minha prece
é minha dor, é minha lágrima
é meu grito pra dentro 
buscando conexão com o sentido
sem fundamento, sem respostas,
tanta coisa pra falar,
mas somente traduzo silencio,
meu coração está de luto
por Paris, por Minas,
por todos nós,
(des) humanidade....
  
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 14/11/2015
Alterado em 14/11/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários