MARIANGELA BARRETO-
POESIAS E DELIRIOS
CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A hora é chegada,
dentro do peito meu coração lateja
não doi, somente pulsa
e assim pressinto
a sensação de uma explosão
que virá como um grito,
como um parto...
Meu frontal, chakra amigo
se expande, preciso entregar-me
a este desconhecido que me chama
e nada me exige a não ser segui-lo
e assim abandonar o medo
que me segura, que me agride,
que me esconde...
Preciso soltar as mãos, as amarras,
a insegurança, a ilusão do ego,
parar de temer as sombras,
encarar o medo que me segura, 
e entregar-me incondicionalmente
sem  truques, sem duvida, sem receio, 
a transição que me fará dar o salto
para acessar o mundo de infinita luz
chegou a hora...
 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 14/09/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários